Bancada feminina lança campanha por mais mulheres na política

Da Redação | 27/03/2015, 20h35 - ATUALIZADO EM 27/03/2015, 20h43

Um evento com a participação dos presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, marcou o lançamento da campanha nacional “Mais Mulheres na Política”, de iniciativa da bancada feminina no Congresso Nacional.

Cerca de 400 pessoas lotaram o auditório da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) na tarde da última quinta-feira (26) para o evento. Durante o ato, Renan e Cunha se manifestaram em favor da aprovação da Proposta de Emenda Constitucional PEC nº 23/2015, que garante para as mulheres 30% das vagas no Poder Legislativo, e da PEC nº 24/2015, que torna obrigatória a eleição de uma mulher quando da renovação de dois terços do Senado.

— Vamos fazer o que for preciso, contem conosco, para apoiarmos o aumento do número de cadeiras destinadas às mulheres no Parlamento brasileiro durante a discussão da reforma política porque isso significa reforçar a democracia no nosso país — disse Renan.

Já o presidente da Câmara dos Deputados avaliou ser possível concluir a discussão para que as mudanças possam valer na eleição de 2016.

— Faremos o possível até 30 de setembro deste ano para que as propostas sejam consideradas. Nosso apoio é real em favor da causa das mulheres como condição fundamental para a boa condução da política nacional, cada vez com mais força, contundência e representatividade pela ampliação da presença da mulher em todos os níveis do Parlamento brasileiro — afirmou Eduardo Cunha.

A procuradora da Mulher no Senado, Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), ressaltou que a exigência de reservar no mínimo  30% das vagas de candidato para as mulheres revelou-se ineficaz:

— O sistema eleitoral brasileiro diz apenas que os partidos devem reservar as vagas, mas a punição tem sido extremamente branda para as siglas que não cumprem a cota, ou burlam a previsão legal, apresentando candidaturas só de fachada — argumentou.

O evento foi organizado pela Procuradoria da Mulher no Senado, pela Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados e pelo gabinete da senadora Marta Suplicy (PT-SP), com o apoio da Fiesp. A campanha "Mais Mulheres na Política” será veiculada em nível nacional, contando para isso com spot para rádio e cartazes.

Além das duas senadoras, participaram do lançamento da campanha, entre outras personalidades, as também senadoras Sandra Braga (PMDB-AM) e Simone Tebet (PMDB-MS); as deputadas Elcione Barbalho (PMDB-PA), Clarissa Garotinho (PR-RJ), Dâmina Pereira (PMN-MG),  Gorete Pereira (PR-CE) e Keiko Ota (PSB-SP); a atriz Maitê Proença; e o presidente da Fiesp Paulo Skaf.

Com informações da assessoria de imprensa da senadora Vanessa Grazziotin

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)