Sérgio Petecão protesta contra tratamento ao caso do ex-senador boliviano Roger Pinto Molina

Da Redação e Da Rádio Senado | 12/11/2014, 18h41 - ATUALIZADO EM 17/11/2014, 15h24

O senador Sérgio Petecão (PSD-AC) manifestou nesta quarta-feira (12) o seu descontentamento com o Conselho Nacional para os Refugiados (Conare) por não ter tratado da situação do ex-senador boliviano Roger Pinto Molina, que pediu refúgio ao Brasil depois de ser acusado de dezenas de crimes em seu país de origem.

Segundo Petecão, a situação jurídica de Molina seria discutida nas reuniões dos próximos dias 13 e 14 do Conare, mas o tema foi retirado da pauta de discussão sem explicações. O senador falou sobre a situação difícil pela qual Roger Pinto Molina passou e ainda passa no Brasil e pediu uma solução para o caso.

O senador manifestou sua expectativa de poder encontrar-se com o presidente da Bolívia, Evo Morales, em sua vinda para a posse da presidente Dilma, para que possa indagar-lhe sobre os motivos da perseguição de que ele é vítima. Ele lamentou que, devido à suas atividades e posições políticas o ex-senador esteja pagando um preço tão alto no Brasil.

- Aqui fica mais uma vez o meu descontentamento, o meu repúdio e minha indignação por essa situação - disse o senador.

 

 

 

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Senador Sérgio Petecão