Eduardo Braga critica forma de votação do Plano Nacional de Educação na CE

Da Redação e Da Rádio Senado | 27/11/2013, 16h55

O senador Eduardo Braga (PMDB-AM) declarou-se indignado com o procedimento da Comissão de Educação em audiência pública realizada no início da tarde desta quarta-feira (26), quando foi aprovado o relatório sobre o Plano Nacional de Educação. Segundo Eduardo Braga, a audiência durou dois minutos, com a presença de apenas dois senadores e o projeto foi aprovado sem a leitura do relatório e sem esclarecimento das alterações efetuadas no texto.

O senador  apelou à Mesa do Senado para que se posicione diante da situação, que considerou inusitada tendo em vista a importância da matéria para a educação. Ele lembrou que o Plano Nacional de Educação ensejou longos debates e foi aprovado por ampla margem nas Comissões de Assuntos Econômicos e de Constituição, Justiça e Cidadania.

- A deliberação na Comissão de Educação não deveria acontecer em dois minutos em que não se deu o direito a senadores e senadoras de debater, engrandecer e até valorizar ainda mais o brilhante trabalho que o senador Alvaro Dias fez no relatório do Plano Nacional de Educação - lamentou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: