Mário Couto defende aprovação de projeto que garante mesmo reajuste do mínimo às aposentadorias

Da Redação | 06/03/2008, 15h23

O senador Mario Couto (PSDB-PA), em discurso nesta quinta-feira (6), associou-se ao senador Paulo Paim (PT-RS) no pedido de votação rápida do projeto de lei (PLS 58/03) que garante às aposentadorias e pensões o mesmo índice de reajuste concedido ao salário mínimo. Os parlamentares debateram na sessão do dia anterior a necessidade de aprovação da proposição, de autoria de Paim.

- A angústia não é de hoje, mas agora se chegou ao limite. Se deixamos passar mais tempo, não tenho dúvida de que aqueles que pensavam que na sua terceira idade iam ter sossego de vida estarão de pires na mão a pedir esmola para não morrer de fome - afirmou.

Mário Couto argumentou que, se o Brasil tem superávit fiscal e dinheiro em caixa o suficiente para pagar a dívida externa, não faz sentido deixar os idosos sofrendo. Ele lembrou ainda o aquecimento da economia.

- Tudo é favorável para que o presidente Lula possa reajustar com base no mínimo as aposentadorias e pensões - disse.

Em aparte, o senador Paim elogiou o empenho dos parlamentares nos pedidos de aprovação da matéria, lembrando que até pouco tempo só se debatia a criação de comissões parlamentares de inquérito no Senado.

Decoro Parlamentar

Mário Couto anunciou ainda a apresentação de uma proposta de emenda à Constituição que permita a quebra do sigilo bancário, telefônico e fiscal de parlamentares que estejam sendo investigados por procedimentos incompatíveis com o decoro parlamentar.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:

Senado Agora
17h11 Educação: Plenário aprovou a notificação imediata dos conselhos tutelares no caso de faltas escolares 30% maiores que o permitido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). O PLC 89/2018 vai à sanção presidencial.
17h08 Orçamento de 2019: O presidente do Senado, Eunício Oliveira, anunciou que o Congresso Nacional deverá votar o projeto do Orçamento da União de 2019 nesta quarta-feira (18) ou nesta quinta-feira (19).
16h57 Gestantes e lactantes: O Senado aprovou adicional de insalubridade para empregadas gestantes e lactantes, restabelecendo direito retirado na reforma trabalhista. O PLS 230/2018, do senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), segue para a Câmara.
Ver todas ›