Marco Maciel defende regulamentação do "lobby"

Da Redação | 18/07/2005, 00h00

O senador Marco Maciel (PFL-PE) fez um apelo nesta segunda-feira (18) às lideranças partidárias e à Mesa da Câmara dos Deputados, para que o projeto de lei de sua autoria, que regulamenta a atividade do lobby, seja apreciado e votado. Ele lembrou que em agosto o projeto completa 11 anos de sua apresentação e dez de sua aprovação pelo Senado.

- O lobby precisa se regulamentado, como foi nos Estados Unidos. Não podemos deixar de fazer o mesmo aqui no Brasil. Sabemos que o lobby existe, é uma realidade. O que precisamos fazer é resguardar o interesse público obrigando as instituições a se habilitarem, serem identificadas e a prestarem contas à Receita Federal - afirmou.


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), em aparte, concordou com Marco Maciel e ressaltou a necessidade de retirar a atividade de lobby "da sombra". Ele lembrou que, durante a votação da Lei de Biossegurança, "havia lobby contundente dos dois lados" interessados na questão.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:

Senado Agora
12h06 CPI da Pandemia: Renan Calheiros (MDB-AL) apontou número desencontrado de doses de vacinas contratadas. Segundo Queiroga, a previsão de 560 milhões de doses foi revista para 430 milhões. O dado ainda não inclui doses da Fiocruz.
11h56 CPI da Pandemia: O ministro Marcelo Queiroga informou que o governo tem um contrato na iminência de ser assinado para aquisição de 100 milhões de doses de vacinas da Pfizer, sendo que 35 milhões devem chegar em setembro.
11h50 CPI da Pandemia: Marcelo Queiroga reconheceu que o Brasil precisa de “mais doses e ativismo maior do governo” junto aos países produtores para acelerar o ritmo de vacinação. “Há uma dificuldade de vacinas a nível mundial. Temos dialogado”.
Ver todas ›