Ideli Salvatti diz que governo dará prioridade a questões sociais

Da Redação | 05/01/2005, 23h00

Neste e no próximo ano o governo vai dar prioridade às questões sociais e de cidadania, segundo afirmou a líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC). Passadas as reformas constitucionais e estruturais dos primeiros anos do governo e as medidas adotadas voltadas para a austeridade fiscal, que segundo Ideli deram o equilíbrio nas contas públicas e proporcionaram a retomada do crescimento econômico, o governo se voltará agora para temas de cidadania, entre os quais ela destacou a legislação sobre o aborto.

Em entrevista à Rádio Senado, a senadora disse que neste e no próximo ano o governo, além de dar continuidade às questões econômicas deve focar outros temas de interesse social.

- Acho que tem alguns outros temas, como temas de cidadania, que fogem um pouco deste foco central dos primeiros dois anos de governo, marcados por reformas constitucionais estruturantes vinculadas ao econômico - disse.

Em 2004, segundo Ideli, a produção do Legislativo foi louvável e o governo priorizou matérias que pudessem garantir a retomada do crescimento econômico, como, por exemplo, o projeto das parcerias público-privadas (PPPs), entre outros. As medidas estruturais do início do governo, segundo ela, já vêm gerando frutos.

- Essa alavancagem que o Lula (presidente Luiz Inácio Lula da Silva) deu no primeiro ano do governo proporcionou a retomada do crescimento, com todas as medidas adotadas da austeridade fiscal, de mudanças do perfil da dívida e de superávit em contas correntes, coisa que há décadas nós não tínhamos. Os indicadores econômicos estão positivos - afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:

Senado Agora
13h49 Reforma tributária: Comissão da reforma tributária da Congresso será instalada hoje às 15h na presidência do Senado. Davi Alcolumbre confirmou que todas as indicações partidárias já foram feitas.
12h06 Tecnlogia 5G: A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou o Requerimento 62/2019, para criar uma subcomissão temporária para acompanhar a implantação da tecnologia 5G de telefonia móvel. O colegiado vai ser composto por cinco senadores.
12h06 Rádios comunitárias: A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou, em caráter terminativo, 13 autorizações para rádios comunitárias nos estados de Pernambuco, Santa Catarina, Paraná, Tocantins, Ceará e Rio Grande do Sul.
Ver todas ›