Senado já antecipava fragilidade do pacto mundial sobre migração antes do Brasil se retirar do acordo

11/01/2019, 18h18 - ATUALIZADO EM 11/01/2019, 18h21

O governo brasileiro decidiu sair do Pacto das Nações Unidas sobre Migração. O documento tem 23 objetivos para aumentar a cooperação internacional para reduzir a migração e a detenção de migrantes. O senador Fernando Collor (PTC-AL) já alertava que vários países não iriam assinar o acordo. Ele mencionou a crise migratória enfrentada na fronteira entre Estados Unidos e México e explicou que o governo norte-americano também rejeitou a proposta por considerá-la incompatível com as políticas norte-americanas de imigração. A reportagem é de Floriano Filho, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
18h50 Embaixador do Brasil no Paquistão: Por 69 votos a favor, um contra e uma abstenção, o Plenário aprovou a indicação do diplomata Olyntho Vieira para o cargo de embaixador do Brasil no Paquistão (MSF 3/2019).
18h35 Acesso a informação: O Plenário aprovou o Projeto de Lei da Câmara 42/2015, que torna obrigatória a divulgação de desempenho para os não-classificados em seleção para cursos superiores. A matéria vai a sanção.
Ver todas ›