Jorge Viana defende que Brasil seja mediador para a crise na Venezuela

25/01/2019, 11h03 - ATUALIZADO EM 25/01/2019, 11h36

O vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado (CRE), Jorge Viana (PT-AC), discordou da posição do governo brasileiro de reconhecer como legítimo o governo interino de Juan Guaidó, na Venezuela. Para o senador, o Brasil deveria assumir um papel de mediador na crise do país vizinho em vez de tomar partido de um dos lados da disputa política. Ouça mais detalhes no áudio do repórter da Rádio Senado, Jefferson Dalmoro.



Opções: Download