Senadores da Região Norte pedem ajuda para receber refugiados venezuelanos

07/02/2018, 19h36 - ATUALIZADO EM 07/02/2018, 20h04

A chegada de venezuelanos aos estados de Roraima, Pará e Amazonas é cada vez mais intensa. Senadores da Região Norte querem a ajuda do governo federal para que os estados possam oferecer estrutura aos imigrantes. O senador Romero Jucá (PMDB-RR) disse que mais de mil pessoas chegam por dia a Pacaraima (RR), na fronteira com a Venezuela, e “adentram o Brasil sem nenhum controle, sem verificação de documento, sem verificação de situação sanitária”. O senador Telmário Mota (PTB-RR) declarou que a situação em Boa Vista é crítica: “Nós não temos mais leitos nos hospitais, já era péssimo ficou pior ainda. A segurança comprometida. A prostituição alarmante, pessoas morando em logradouros públicos”. O senador Eduardo Braga (PMDB-AM) disse que o governo federal “precisa estabelecer critérios e criar condições para que possamos recepcionar de forma correta como fizemos com os haitianos”. O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) declarou que no seu estado também não há estrutura para atender os venezuelanos. A reportagem é de Paula Groba, da Rádio Senado.



Opções: Download