Senadores vão analisar alterações à reforma trabalhista

08/01/2018, 10h45 - ATUALIZADO EM 08/01/2018, 10h51

A nova lei trabalhista entrou em vigor no dia 11 de novembro. O texto alterou mais de cem pontos da Consolidação das Leis do Trabalho. Durante a discussão no Senado, as mudanças dividiram opiniões. Enquanto alguns senadores defendem que as mudanças vão gerar novos empregos, outros acreditam na precarização dos postos de trabalho já existentes. Em 2018, uma comissão mista vai analisar a Medida Provisória 808/2017, que altera 17 artigos da reforma. Entre eles, a jornada de 12 horas de trabalho por 36 horas de descanso; o trabalho intermitente e o trabalho autônomo; e a autorização de que grávidas e lactantes trabalhem em locais insalubres mediante atestado. Ouça a reportagem de Marcella Cunha, da Rádio Senado.



Opções: Download