Regulamentação da profissão de esteticista segue para o Plenário

06/12/2017, 16h34 - ATUALIZADO EM 06/12/2017, 16h42

O projeto que regulamenta a profissão de esteticista (PLC 77/2016) foi aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) nesta quarta-feira (6) e segue agora para votação no Plenário do Senado. Pelo texto, a atividade de “estetacosmetólogo” pode ser exercida por diplomados no ensino superior. Já os técnicos em estética devem ter certificado expedido por instituição credenciada ou atuar na área há pelo menos três anos. O relatório da senadora Ana Amélia (PP-RS) proíbe os esteticistas de executarem atividades de estética médica, como aplicação de botox, peelings químicos e procedimentos cirúrgicos. Durante a discussão da matéria, Ana Amélia ouviu esteticistas, dermatologistas e fisioterapeutas e incorporou sugestões para evitar conflitos entre diferentes categorias profissionais e procedimentos considerados invasivos. Ouça a reportagem de George Cardim, da Rádio Senado.



Opções: Download