Especialistas condenam a securitização de recebíveis em audiência na CDH

07/11/2017, 20h21 - ATUALIZADO EM 07/11/2017, 20h50

Especialistas que participaram de audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) nesta terça-feira (7) condenaram a securitização de recebíveis, afirmando que "operações financeiras irresponsáveis ou corruptas têm causado enormes prejuízos aos contribuintes brasileiros". Segundo a auditora fiscal aposentada, Maria Lúcia Fattorelli, os prejuízos do Tesouro Nacional com as operações de "swap cambial” foram de R$ 120 bilhões entre setembro de 2014 e setembro de 2105. Ela disse que esse prejuízo “foi transferido para o Tesouro e virou dívida pública, que todos nós estamos pagando”. Diante do volume dos prejuízos aos cofres públicos, o senador Paulo Paim (PT-RS), propôs a criação de uma CPI para investigar as operações de securitização dos créditos recebíveis. A reportagem é Carlos Penna Brescianini, da Rádio Senado.



Opções: Download