Projeto facilita importação de remédios para tratamento de doenças raras

21/03/2017, 07h39 - ATUALIZADO EM 21/03/2017, 09h17

Os portadores de doenças raras poderão ter mais facilidade para adquirir medicamentos, segundo projeto da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), que permite a importação com menos burocracia. De acordo com o PLS 56/2017,  para a liberação e autorização do registro de medicamento estrangeiro destinado ao tratamento dessas doenças não poderá haver similar no país e o remédio terá que ser prescrito por um profissional de saúde. O projeto está na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aguardando o recebimento de emendas. A reportagem é de Maurício de Santi, da Rádio Senado.



Opções: Download