Diplomacia brasileira muda de posição após a posse de Michel Temer

22/12/2016, 10h10

A diplomacia brasileira mudou a sua linha de atuação a partir da posse do presidente Michel Temer e com a ida do senador José Serra (PSDB-SP) para o Ministério das Relações Exteriores. No Mercosul e no Parlatino, por exemplo, o Brasil intensificou as denúncias às violações dos direitos humanos na Venezuela. A reportagem é de Carlos Penna Brescianini, da Rádio Senado.



Opções: Download