Paim pede julgamento rápido para líder do MST preso com base na Lei Antiterrorismo

16/08/2016, 12h42 - ATUALIZADO EM 14/09/2016, 09h44

O senador Paulo Paim (PT-RS) foi à tribuna do Senado na segunda-feira (15) para pedir que o líder do Movimento Sem Terra José Valdir Misnerovicz, preso em maio com base na Lei Antiterrorismo (Lei 13.260/2016), seja julgado logo. Segundo Paim, a prisão de José Valdir mostra que ele e outros parlamentares estavam certos ao manifestarem o temor de que a legislação antiterrorismo criminalizaria os movimentos sociais. Detalhes na reportagem de Ana Beatriz Santos, da Rádio Senado.



Opções: Download