Senado cria Programa de Assistência às Mulheres em Situação de Vulnerabilidade

22/06/2016, 19h44 - ATUALIZADO EM 23/06/2016, 19h17

O Senado vai reservar vagas para mulheres vítimas de violência doméstica em seus contratos de terceirização e de prestação de serviços continuados. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (22) em reunião da Comissão Diretora da Casa. O presidente do Senado, Renan Calheiros, anunciou a medida em Plenário e enfatizou o pioneirismo do programa. Os contratos que envolvam pelo menos 50 trabalhadores terão a reserva de, no mínimo, 2% das vagas para mulheres em situação de vulnerabilidade. A identidade dessas funcionárias será mantida em sigilo, como explica reportagem de Maurício de Santi, da Rádio Senado.



Opções: Download


MAIS NOTÍCIAS SOBRE: