Mulheres poderão ter representação obrigatória nas mesas da Câmara e do Senado

01/04/2016, 18h20 - ATUALIZADO EM 14/09/2016, 11h15

Uma mudança na Constituição pode garantir pelo menos uma vaga para as mulheres nas Mesas da Câmara, do Senado e das comissões das duas Casas. O objetivo é garantir mais espaços para a mulher em cargos estratégicos do Legislativo. Relatora da PEC 38/2015 na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), defende a proposta, como forma de reduzir a supremacia masculina no Parlamento. O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) discorda, sob o argumento de que a PEC fere a democracia ao contrariar a vontade expressa pelo eleitor através do voto. Reportagem de Paula Groba, da Rádio Senado.



Opções: Download