Gastronomia pode se tornar manifestação cultural apta a receber incentivos da Lei Rouanet

01/03/2016, 15h10 - ATUALIZADO EM 27/09/2016, 11h29

A gastronomia pode ser incluída entre as manifestações culturais que podem receber incentivos da Lei Rouanet. Uma proposta (PLS 379/2015) com esse objetivo foi aprovada nesta terça-feira (1º) pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado (CE). Segundo a relatora da matéria, senadora Marta Suplicy (PMDB–SP), como patrimônio imaterial, os bens da cultura alimentar podem e devem ser reconhecidos, o que já foi feito pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) com o Ofício das Baianas de Acarajé e o Modo Artesanal de fazer Queijo de Minas, já que a culinária tradicional está intimamente ligada à história e à cultura de seu povo. Confira na reportagem de Roberto Fragoso, da Rádio Senado.



Opções: Download