Telmário Mota defende integração sustentável das comunidades indígenas

30/11/2015, 11h33 - ATUALIZADO EM 30/11/2015, 14h24

O senador Telmário Mota (PDT-RR) defende uma integração paulatina das comunidades indígenas do país a atividades econômicas sustentáveis, que lhes propiciem uma vida mais digna, mas sem interferência do poder público. Ele sugere, por exemplo, o desenvolvimento do turismo e das atividades extrativistas nas aldeias, desde que não haja degradação do meio ambiente. O senador critica também a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 215/2000) que transfere para o Legislativo o poder de demarcar as terras indígenas. Para ele, se aprovada, a PEC prejudicará muito as comunidades porque o poder econômico terá mais força e não permitirá a aprovação de demarcações. Além disso, segundo o parlamentar, o Congresso assumirá um papel que é do Executivo. Telmário Mota conversou sobre o assunto com o jornalista Ivan Godoy, da Rádio Senado.



Opções: Download