Aprovada comissão externa para averiguar denúncia de massacre de indígenas

Da Redação | 13/09/2017, 20h19 - ATUALIZADO EM 13/09/2017, 20h53

O Plenário do Senado aprovou, nesta quarta-feira (13), requerimento da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) que propõe a criação de uma comissão externa do Senado para averiguar a denúncia de massacre de indígenas de uma tribo isolada na Terra Indígena Vale do Javari. A comissão será composta por três membros e deve realizar diligência nas cidades de Tabatinga e São Paulo de Olivença, no estado do Amazonas. O objetivo é ouvir autoridades, entidades e lideranças locais sobre o tema.

Na justificativa da proposta, Vanessa Grazziotin destacou que a suspeita é que um grupo de garimpeiros ilegais tenha executado pelo menos dez pessoas, entre elas, mulheres e crianças. Segundo ela, o garimpo ilegal na região está associado à violência, assassinatos, crimes ambientais, à prostituição, ao tráfico de drogas e as condições precárias de trabalho.

- O agravamento dos problemas na região pode estar relacionado aos cortes orçamentários sofridos pela Funai [Fundação Nacional do Índio], que resultou na suspensão das atividades de cinco bases de proteção a índios isolados na Amazônia, deixando dezenas de tribos isoladas sem defesa contra invasores – explicou. 

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)