Paim comemora retirada da pauta das reformas trabalhista e previdenciária

Da Redação | 19/05/2017, 10h33 - ATUALIZADO EM 19/05/2017, 12h23

O discurso do presidente da República, Michel Temer, não foi o fato mais importante ocorrido na quinta-feira (18). Foi a retirada das reformas trabalhista e previdenciária da pauta do Congresso Nacional. A avaliação foi feita pelo senador Paulo Paim (PT-RS) em pronunciamento nesta sexta-feira (19) no Plenário do Senado.

Paim elogiou a iniciativa do relator da reforma trabalhista (PLC 38/2017) nas Comissões de Assuntos Econômicos e de Assuntos Sociais, senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), de suspender a análise da proposta. Segundo Paim, esses temas interessam a mais de 200 milhões de brasileiros.

Ele enfatizou que, quanto mais participa das audiências na CPI da Previdência, mais tem a certeza de que a Previdência não é deficitária.

- É uma questão de gestão, organização, fiscalização, combate a fraudes e de não permitir que o dinheiro seja destinado para outros fins como eles fazem - explicou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)