Para Reguffe, eleições diretas podem pacificar o país

Da Redação | 18/05/2017, 13h41 - ATUALIZADO EM 18/05/2017, 14h50

O senador Reguffe (sem partido-DF) defendeu a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 67/2016, de sua autoria, que prevê a realização de eleições diretas em caso de impedimento do presidente da República e do vice até o terceiro ano do mandato. A PEC, que está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), altera o artigo 81 da Constituição, que determina a realização de eleição indireta pelo Congresso Nacional em caso de afastamento do titular do cargo e de seu vice no segundo ano do período presidencial.

Para Reguffe, a realização de eleições diretas abre um caminho para a saída da crise e pacifica o país. A aprovação da proposta, em sua avaliação, seria uma resposta do Senado à sociedade diante do agravamento da crise política com a delação dos executivos da J&F, dono do Friboi.

O senador sugeriu também a imediata renúncia do presidente Michel Temer como passo inicial para o país encontrar uma saída.

– Não renunciando, precisamos votar o impeachment - disse Reguffe.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)