Comissão aprova medidas protetivas a idosos vítimas de violência doméstica

20/04/2017, 16h43 - ATUALIZADO EM 20/04/2017, 17h00

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) aprovou uma proposta que estabelece o uso de medidas protetivas de urgência para idosos que sofrem violência doméstica (PLS 468/2016). O modelo utilizado é o mesmo das medidas previstas na Lei Maria da Penha. O projeto garante que os idosos que sofrem violência doméstica ou exploração financeira tenham o agressor afastado de sua convivência imediatamente. O relator da proposta, senador Paulo Paim (PT-RS), explicou que a proposta vai permitir que a condição de sofrimento e indignidade vivida pelo idoso seja eliminada de forma mais rápida. O texto segue agora para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. Detalhes na reportagem de Ana Beatriz Santos, da Rádio Senado.



Opções: Download


MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
CDH Violência

Senado Agora
13h34 Fundos de universidades: CAE aprova o PLS 16/2015, que autoriza a criação e o funcionamento de fundos patrimoniais vinculados ao financiamento de instituições públicas de ensino superior. A matéria precisa ser votada em turno suplementar na Comissão.
12h23 Escolas: a Comissão de Educação aprova projeto determinando que equipamentos de informática apreendidos em aduanas sejam destinados para escolas federais, estaduais e municipais (PLC 123/2015). Proposta segue para a CAE.
11h58 Audiências: Comissão de Educação aprova realização de duas audiências públicas, cujas datas ainda serão definidas. Uma com o ministro da Cultura, Sergio Sá Leitão e outra para discutir a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC).
Ver todas ›