Novas fontes de receitas ajudarão a ampliar educação integral, prevê Fátima Bezerra

02/02/2016, 10h56 - ATUALIZADO EM 15/09/2016, 09h53

Até 2024, o Estado brasileiro deverá oferecer aos estudantes, no mínimo, 50% das escolas públicas com educação integral. Isso é o que estabelece o novo Plano Nacional de Educação (PNE), já em vigor desde junho de 2014.  Para a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), o índice de 20% já atingido pelo atual governo de Dilma Rousseff ainda é baixo. Mas, segundo a senadora, a meta deverá ser atingida com as novas fontes de receitas previstas.

Fátima Bezerra respondeu pergunta da Jovem Senado Natália Lima para o quadro “Eu Quero Saber”, do programa Conexão Senado, da Rádio Senado.



Opções: Download