Censo da Educação Superior

Ensino a distância ganha preferência dos calouros em 2019

02:32Ensino a distância ganha preferência dos calouros em 2019

Transcrição LOC: O ENSINO SUPERIOR POR EAD, EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, VEM CRESCENDO ENTRE OS CALOUROS, ESPECIALMENTE NOS CURSOS DE LICENCIATURA. LOC: OS DADOS ESTÃO NO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR DE 2019, PUBLICADO NESSA SEXTA-FEIRA. REPORTAGEM DE IARA FARIAS BORGES. (Repórter) Em 2009, dos estudantes que ingressaram no ensino superior, 16% optaram pela EaD, Educação a Distância. Em 2018, já eram quase 40% das matrículas do ensino superior nesta modalidade. E no ano passado, chegou a 43%. Considerando apenas a rede privada, que recebe a maioria das matrículas do ensino superior (76%), a opção pelo ensino a distância foi maior: mais da metade. É o que aponta o Censo da Educação Superior de 2019, divulgado pelo Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Enquanto a Educação a Distância cresce no nível superior, as matrículas no ensino presencial diminuem a cada ano. Em 2009 eram 86% e em 2019, 56%. Os jovens preferem a modalidade a distância pela facilidade de conciliar estudo e trabalho, observou o vice-presidente da Comissão de Educação, senador Flávio Arns, do podemos do Paraná. Ele defendeu a educação como prioridade no país. (Flávio Arns) “Um aumento muito importante. E agora, depois da pandemia, inclusive com os cuidados com a população tem que ter em relação ao coronavírus, então a gente pensa que esses números vão aumentar. É uma realidade que todos nós no Congresso Nacional e na sociedade temos que analisar como uma mudança que está acontecendo, verificar a qualidade, colaborar, ter tecnologia para que mais pessoas tenham acesso, seja na modalidade presencial ou a distância. E a população ter acesso ao ensino superior significa realmente um avanço importante na qualidade de vida dessas pessoas”. (Repórter) O Censo da Educação Superior ainda aponta que um a cada cinco estudantes matriculados no ensino superior faz curso de licenciatura. E mais da metade desses futuros professores, 53,3%, estuda a distância. As instituições particulares acolhem 64% dos estudantes de licenciatura. E nessas instituições quase 74% deles fazem cursos EaD. O mais procurado é Pedagogia, seguido por Educação Física, Matemática e História.

O Ensino a Distância (EaD) vem crescendo entre os calouros, especialmente em cursos de Licenciatura. Segundo o Censo da Educação Superior de 2019, divulgado na última sexta-feira (23) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em 2009, 16% dos estudantes que ingressaram no ensino superior optaram pela EaD. Dez anos depois são 43%. Na rede particular, que atende 76% dos alunos de ensino superior, metade está matriculado em cursos EaD. Segundo o vice-presidente da Comissão de Educação (CE), senador Flávio Arns (Podemos-PR), os jovens preferem o ensino a distância pela facilidade de conciliar estudo e trabalho. Reportagem, Iara Farias Borges, da Rádio Senado.

TÓPICOS:
Congresso Nacional  Coronavírus  Educação a distância  Ensino Superior  História  pandemia  Paraná  Pedagogia  Podemos  Professores  Qualidade de Vida  Senador Flávio Arns  Tecnologia  Trabalho 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 0 61 2211
Ao vivo