Proposta

CCJ prorroga para 2028 prazo para pagamento de precatórios a empresas

02:00CCJ prorroga para 2028 prazo para pagamento de precatórios a empresas

Transcrição LOC: A COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA PRORROGOU DE 2024 PARA 2028 O PAGAMENTO DE PRECATÓRIOS A EMPRESAS. LOC: O PRAZO PARA PESSOAS FÍSICAS FICA MANTIDO. LÍDERES ESTUDAM ACORDO PARA VOTAR A PROPOSTA AINDA NESTA SEMANA EM PLENÁRIO. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA (Repórter) Estados e municípios terão mais quatro anos para quitar os precatórios acumulados com pessoas jurídicas. O prazo que se encerraria em 2024 será estendido para 2028. A medida faz parte do chamado Pacto Federativo. Em sua justificativa, o relator, senador Antônio Anastasia, do PSDB de Minas Gerais, afirma reconhecer a continuidade da crise fiscal. Ele foi o autor da PEC que, em 2017, estendeu o mesmo prazo de 2020 para 2024. Anastasia acredita que a nova postergação concilia interesses dos credores e dos gestores públicos, que precisam garantir a prestação de serviços básicos, como educação e segurança pública. (Antonio Anastasia) Essa seria a sétima modificação. Evidentemente é o dispositivo ou o instituto jurídico mais modificado desde a promulgação da Constituição. E assim o é pelo fato de que estados e municípios estão com dificuldades financeiras históricas para fazer pagamento desses recursos. (Repórter) A estimativa é que a prorrogação represente uma folga de 7 bilhões de reais para estados e municípios. A presidente da CCJ, senadora Simone Tebet, do MDB de Mato Grosso do Sul, informou que a proposta poderá ser votada já nesta terça ou quarta-feira, em plenário. (Simone Tebet) Houve uma conversa com praticamente 90% dos líderes, e a pedido do presidente da Casa o mais rápido possível podermos encaminhar para a Câmara dos Deputados todos os projetos do sete relacionados ao Pacto Federativo. E é possível quebrar todos os interstícios se for da vontade da unanimidade dos líderes dessa Casa. Esta é uma decisão que o presidente da Casa irá tomar junto com os líderes entre hoje e amanhã. (Repórter) A proposta, de autoria do senador José Serra, do PSDB de São Paulo, também exclui o pagamento de precatórios dos limites estabelecidos pelo teto de gastos. Da Rádio Senado, Marcella Cunha PEC 95/2019

A Comissão de Constituição e Justiça aprovou nesta terça-feira (8) a PEC 95 de 2019 que prorroga de 2024 para 2028 o prazo para o pagamento de precatórios a empresas. O relator, senador Antônio Anastasia (PSDB-MG) estima que o novo prazo dê uma folga de R$ 7 bilhões para estados e municípios.  A reportagem é de Marcella Cunha.

TÓPICOS:
Câmara dos Deputados  CCJ  Constituição  Educação  Empresas  Estados  Justiça  Mato Grosso  Mato Grosso do Sul  MDB  Minas Gerais  Municípios  Pacto Federativo  Precatórios  PSDB  São Paulo  Segurança  Segurança Pública  Senador José Serra  Senadora Simone Tebet  Senador Antonio Anastasia 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11
Ao vivo