Comissão da Covid-19 ouve Ministério da Economia e IFI nesta terça-feira — Rádio Senado
Coronavírus

Comissão da Covid-19 ouve Ministério da Economia e IFI nesta terça-feira

A comissão especial que analisa as ações do governo de enfrentamento à covid-19 ouve nesta terça-feira o secretário especial da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Junior, e o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente, Felipe Salto. Eles vão falar sobre a situação fiscal do País e os gastos com a pandemia do novo coronavírus. A reportagem é de Marcella Cunha.

23/11/2020, 13h33 - ATUALIZADO EM 23/11/2020, 13h33
Duração de áudio: 01:51
Foto: Pedro França/Agência Senado

Transcrição
LOC: A COMISSÃO MISTA DA COVID-19 VAI OUVIR REPRESENTANTES DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DA INSTITUIÇÃO FISCAL INDEPENDENTE NESTA TERÇA-FEIRA. LOC: ELES FARÃO UM BALANÇO DA SITUAÇÃO ECONÔMICA E DOS GASTOS COM A PANDEMIA ATÉ AGORA. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA (Repórter) A comissão especial que analisa as ações do governo de enfrentamento à covid-19 ouve nesta terça-feira o secretário especial da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Junior, e o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente, Felipe Salto. Eles vão falar sobre a situação fiscal do País e os gastos com a pandemia do novo coronavírus. Segundo o portal Siga Brasil, mais de 80% dos R$ 605 bilhões autorizados pelo Executivo para ações relacionadas ao coronavírus foram efetivamente pagos até o momento. Quase metade do dinheiro foi usada para o pagamento do auxílio emergencial. O presidente da comissão, senador Confúcio Moura, do MDB de Rondônia, lembrou que o colegiado tem mais três audiências públicas até o fim do ano. (Confúcio Moura) Na terça-feira dia 24 às 10h faremos a quadragésimo reunião da nossa comissão com a presença do Ministério da Economia na pessoa do Waldery e do Felipe Salto, do Instituto Fiscal Independente. Mais uma etapa que se cumpre faltando apenas duas audiências além dessa para nós concluirmos o ano. (Repórter) No dia 7 de dezembro, os parlamentares vão ouvir o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e no dia 14, o da Economia, Paulo Guedes. O prazo para o término da comissão especial é 31 de dezembro, mesmo dia em que se encerra o decreto de calamidade pública. Por isso, não será possível agendar mais audiência públicas, como explicou Confúcio (Confúcio Moura) O nosso decreto termina dia 31 de dezembro. Eu precisei fazer uma ginástica no tempo. Há muitos requerimentos aprovados, mas não vai ser possível. A gente não tem prazo. (Repórter) O deputado Francisco Júnior, do PSD de Goiás, apresentará o relatório da comissão no dia 16 de dezembro para votação no dia 18.

Ao vivo
00:0000:00