Dia da Consciência Negra

Lançamento de livro encerra campanha Racismo em Pauta

No Dia da Consciência Negra Senado faz lançamento digital do livro “A abolição no parlamento – 65 anos de lutas”. A atividade encerra a Campanha Racismo em pauta, que promove o enfrentamento ao preconceito por meio de entrevistas, publicações e produção de material para mídias sociais sobre o tema. As informações com a repórter Raquel Teixeira, da Rádio Senado.

20/11/2020, 16h22 - ATUALIZADO EM 20/11/2020, 16h22
Duração de áudio: 01:52
Foto: Reprodução

Transcrição
LOC: NO DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA SENADO FAZ LANÇAMENTO DIGITAL DO LIVRO “A ABOLIÇÃO NO PARLAMENTO – 65 ANOS DE LUTAS”. LOC: A ATIVIDADE ENCERRA A CAMPANHA RACISMO EM PAUTA, QUE PROMOVE O ENFRENTAMENTO AO PRECONCEITO POR MEIO DE ENTREVISTAS, PUBLICAÇÕES E PRODUÇÃO DE MATERIAL PARA MÍDIAS SOCIAIS SOBRE O TEMA. REPÓRTER RAQUEL TEIXEIRA. TÉC: A obra é uma coletânea de documentos, leis, discursos e pronunciamentos sobre a escravidão que fizeram parte das atividades do parlamento brasileiro durante 65 anos, entre 1823 e 1888. Esta é a terceira edição do livro, que foi publicado pela primeira fez em 1988, em comemoração ao centenário da abolição da escravatura. O senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, destaca que o dia 20 de novembro serve para pensar sobre a situação da população negra no país. (PAIM) Somos 56% dos brasileiros, mas estamos muito distantes dos direitos da cidadania que deveriam ser assegurados a todo o povo brasileiro. Uma falsa abolição nos libertou. O cárcere de ontem se faz presente hoje na discriminação por ser negro, na pobreza e na miséria, na forme, na falta de emprego e renda, na saúde precária, na negação da educação. Contra números não há argumentos. Rep: E Paulo Paim também presta solidariedade a vereadora negra eleita de Santa Catarina, que está sofrendo discriminação. (PAIM) Essas eleições mostraram um pequeno avanço: mais pessoas negras se elegeram em relação às eleições municipais de 2016. Sei que o caminho é longo. Mas fica aqui a minha solidariedade à Vereadora eleita em Joinville Ana Lúcia Martins, que vem sofrendo racismo e ameaça. Meu apoio também a todos os negros e negras eleitos que estão sendo discriminados. Rep: O lançamento vai ser apresentado pelo Programa Cidadania, da TV Senado, nesta sexta-feira, às 8 e meia da noite, com a participação do jornalista Maurício Melo, do senador Paim e da professora de sociologia da USP, Ângela Alonso. Da Rádio Senado, Raquel Teixeira.

Ao vivo
00:0000:00