Itamaraty aguarda sentença judicial para ajudar brasileiro preso na Rússia — Rádio Senado
Relações Exteriores

Itamaraty aguarda sentença judicial para ajudar brasileiro preso na Rússia

O presidente da Comissão de Relações Exteriores,  senador Nelsinho Trad (PSD-MS), esteve na Rússia para saber detalhes do brasileiro preso desde 2018 por levar remédios na mala. Segundo ele, qualquer ação diplomática só poderá ser tomada após o julgamento e a sentença. Robson Oliveira foi detido por tentar entrar no país com duas caixas de medicamentos proibidos no país e que seriam entregues ao sogro do jogador de futebol Fernando, do qual Robson era empregado. Nelsinho Trad deve apresentar nos próximos dias um projeto com um mecanismo de fiscalização, alerta e divulgação para brasileiros antes do embarque internacional sobre substâncias proibidas no país de destino. Mais informações com o repórter Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

03/11/2020, 14h09 - ATUALIZADO EM 03/11/2020, 15h19
Duração de áudio: 01:48
Foto: Leopoldo Silva/ Agência Senado

Transcrição
LOC: O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES DO SENADO ESTEVE NA RÚSSIA PARA AJUDAR BRASILIERO PRESO POR LEVAR MEDIDAMENTO AO PAÍS. LOC: O MOTORISTA DE UM JOGADOR DE FUTEBOL ESTÁ NUMA PRISÃO DESDE 2018 AO TENTAR ENTRAR NA RÚSSIA COM REMÉDIOS PARA O SOGRO DO ATLETA. MAIS INFORMAÇÕES COM O REPÓRTER RODRIGO RESENDE: (Repórter) O motorista Robson de Oliveira estava com duas caixas de remédios em sua mala quando foi parado na alfândega russa. Os medicamentos seriam entregues ao sogro de um jogador de futebol brasileiro, Fernando, que jogava na Rússia. Mas ele acabou preso porque os remédios vendidos em farmácias no Brasil são proibidos no País russo. O caso ocorreu em fevereiro de 2018 e, desde então, Robson está detido. Após viagem a Moscou, o presidente da Comissão de Relações Exteriores, senador Nelsinho Trad, do PSD de Mato Grosso do Sul, afirmou que qualquer medida diplomática, como um pedido de extradição, só pode ocorrer após o julgamento e a sentença definida. (Nelsinho Trad) Ele está sofrendo muito. Ele é inocente, é uma pessoa que quis fazer um favor, levar essa caixa para uma terceira pessoa. Ele não faz uso desse remédio, isso foi provado. Mas para ter uma ação diplomática precisa ter a sentença e lá na Rússia eles não interferem em outro Poder, pedindo para acelerar ou coisa assim. (Repórter) Nelsinho Trad deve apresentar um projeto com um mecanismo de fiscalização, alerta e divulgação para brasileiros antes do embarque sobre substâncias proibidas no país de destino. O senador citou o exemplo da viagem à Rússia. (Nelsinho Trad) Para você ter uma ideia, eu tomo remédio para colesterol, eu tomo remédio para início de diabete. E eu não levei os meus remédios com receio de lá não poder e dar algum problema para mim. Então, essa lacuna de desinformação precisa ser preenchida para o cidadão brasileiro que vai de boa fé, que vai para outro país. (Repórter) Enquanto aguarda a sentença da justiça russa, Robson teve sua prisão preventiva ampliada até abril de 2021.

Ao vivo
00:0000:00