Responsável por implantar o sistema de comunicação do Senado, José Sarney completa 90 anos nesta sexta-feira — Rádio Senado
90 anos

Responsável por implantar o sistema de comunicação do Senado, José Sarney completa 90 anos nesta sexta-feira

O ex-presidente do Senado e idealizador do sistema de comunicação da Casa, José Sarney, completa 90 anos nesta sexta-feira (24). Em documentário produzido pela TV Senado, ele relembra sua trajetória política e destaca a importância de uma imprensa livre e imparcial.  A reportagem é de Marcella Cunha

23/04/2020, 18h17 - ATUALIZADO EM 23/04/2020, 18h17
Duração de áudio: 02:14
Ex-senador José Sarney concede entrevista. 

Foto: Jane de Araújo/Agência Senado
Foto: Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Transcrição
LOC: O EX-PRESIDENTE DO SENADO, JOSÉ SARNEY, COMPLETA 90 ANOS NESTA SEXTA-FEIRA. LOC: ELE FOI O SENADOR COM MAIOR TEMPO DE MANDATO E O IDEALIZADOR DO SISTEMA DE COMUNICAÇÃO DA CASA. A REPORTAGEM É DE MARCELLA CUNHA. TÉC: O ex-presidente do Senado, José Sarney, foi o responsável por implantar o sistema de comunicação da Casa. O primeiro veículo foi o Jornal do Senado, criado em 1995. TV, Rádio, Agência de Notícias e a área de relações públicas vieram na sequência. Para marcar os 90 anos do ex-presidente, a TV Senado produziu um documentário onde Sarney conta um pouco da sua trajetória política. (Sarney) Tive a graça de Deus de me dar uma vida longa e testemunhei quase todos os episódios da vida contemporânea política do Brasil. E tive uma sorte muito maior, que fui uma testemunha privilegiada porque muitas vezes fui assistente, muitas vezes fui participante e até protagonista. (REP): O sistema de comunicação do Senado continua sendo ampliado e modernizado, sempre mantendo a imparcialidade. Para Sarney, a imprensa livre é fundamental para o funcionamento das instituições democráticas. (Sarney) O Sarney era combatido de uma maneira tremenda e eu nunca processei um jornalista, nunca procurei diminuir qualquer atividade da imprensa, porque sempre acreditei que até os excessos que a imprensa comete são corrigidos pelo tempo. (REP) Deputado federal na década de 50, governador do Maranhão e Presidente do Brasil entre 1985 e 1990, Sarney também presidiu por quatro vezes o Senado: em 1995, em 2003 e em 2009, sendo reeleito em 2011. Ele destacou sua atuação política no fomento da cultura e na ampliação dos direitos sociais. (Sarney) Eu criei o 13º, criei o seguro desemprego, o seguro alimentação e uma coisa extraordinária, que foi a universalização da saúde. Quando eu assumi o Governo, quem não era sindicalizado, não tinha onde tomar uma injeção. Quer dizer, todo brasileiro tem direito a saúde, pode não ser como queríamos, no mundo inteiro é um problema é sério, mas aqui passamos a ter isso. A Constituição veio e incorporou aquilo que nós já tínhamos feito. (REP) Sarney deixou a vida política em 2015, após 60 anos de trabalho. Da Rádio Senado, Marcella Cunha.

Ao vivo
00:0000:00