Plenário vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula — Rádio Senado
Pauta

Plenário vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula

O projeto (PLS 33/2016) que permite aos pais que estudam levarem seus filhos para a sala de aula pode ser votado pelo plenário nos próximos dias. Os senadores devem analisar também o projeto (PLC 131/2018) que obriga o agressor a pagar aos cofres públicos o dinheiro gasto pelo SUS no tratamento de mulheres vítimas de violência doméstica. A pauta incluí ainda o projeto (PLS 43/2018) que garante proteção às crianças que tiverem pais e mães presos. Essas crianças terão prioridade nos programas de assistência social do governo. E na próxima quinta-feira (21) acontece a primeira de três sessões de discussão do novo Código Brasileiro de Aeronáutica.

15/03/2019, 15h04 - ATUALIZADO EM 15/03/2019, 16h49
Duração de áudio: 01:39
Waldemir Barreto/Agência Senado

Transcrição
LOC: O PROJETO QUE PERMITE AOS PAIS E MÃES QUE ESTUDAM LEVAREM SEUS FILHOS PARA A SALA DE AULA DEVE SER VOTADO PELO PLENÁRIO DO SENADO. LOC: TAMBÉM ESTÁ NA PAUTA DA SEMANA O CÓDIGO BRASILEIRO DE AERONÁUTICA. REPÓRTER MAURÍCIO DE SANTI: (Repórter) Muitos pais acabam abandonando as aulas por não terem com quem deixar os filhos. Para reduzir essa evasão, o plenário do Senado começou a discutir um projeto que permite a esses pais levarem as crianças para a sala de aula. A relatora do projeto, senadora Eliziane Gama, do PPS do Maranhão, lembrou que as mulheres são as mais prejudicadas: (Eliziane Gama) Entre os dados que são apresentados por todos os órgãos que fazem pesquisas referentes à educação pública brasileira, há um que é preocupante: a maior taxa de evasão se dá exatamente quando a mulher engravida ou está nessa fase de amamentação. (Repórter) O senador Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, apesar de reconhecer a importância da iniciativa, acha que ela pode trazer problemas para as escolas: (Izalci Lucas) teremos sérios problemas na implantação dessa lei, seja na escola pública, seja na escola privada. As escolas não estão preparadas para isso, não têm espaço. Muitas delas não têm condição de atender. (Repórter) Os senadores podem votar também o projeto que obriga o agressor a pagar aos cofres públicos o dinheiro gasto pelo SUS no tratamento de mulheres vítimas de violência doméstica. A pauta inclui ainda o projeto que garante proteção às crianças que tiverem pais e mães presos. Essas crianças terão prioridade nos programas de assistência social do governo. A proposta prevê também a substituição da pena de prisão preventiva para domiciliar nos casos de mulheres que estiverem amamentando. E na quinta-feira, acontece a primeira de três sessões para a discussão do novo Código Brasileiro de Aeronáutica. PLS 33/2016 PLS 43/2018 PLS 258/2016 PLC 131/2018

Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00