Renan Calheiros quer votar logo projeto que trata da exploração do pré-sal — Rádio Senado
Votações

Renan Calheiros quer votar logo projeto que trata da exploração do pré-sal

22/02/2016, 16h58 - ATUALIZADO EM 22/02/2016, 16h58
Duração de áudio: 02:04
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Transcrição
LOC: PRESIDENTE DO SENADO QUER VOTAR LOGO O PROJETO QUE TRATA DA EXPLORAÇÃO DO PRÉ-SAL. LOC: O PT, POR SUA VEZ, TENTARÁ RETIRAR A PROPOSTA DE PAUTA. RELATOR NEGA PRIVATIZAÇÃO DA ESTATAL. A REPORTAGEM É DE HÉRICA CHRISTIAN. TÉC: O presidente do Senado, Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas, reafirmou que será prioridade a votação do projeto que retira da Petrobras a obrigatoriedade de ser a operadora única do pré-sal. (Renan) Essa matéria já foi discutida. Já criamos comissões especiais, fizemos o debate, repetimos de modo que essa matéria amadureceu. A Petrobras está com um déficit de R$ 500 bilhões e a obrigatoriedade para que ela participe de todos os investimentos com 30% não tem sentido nenhum. Qualquer decisão em sentido inverso favorecerá a seletividade dos investimentos da própria empresa. REP: De autoria do senador José Serra, do PSDB de São Paulo, a proposta prevê que a Petrobras terá a preferência, mas não a obrigação de ser a responsável por todo o processo de exploração do pré-sal. Ele citou que a estatal tem dívidas de R$ 500 bilhões não só pelos desvios, mas pelos investimentos que causaram prejuízo e por ter segurado o preço dos combustíveis. (Serra) O meu projeto não tira a Petrobras do pré-sal. Ele deixa que a Petrobras quando quiser possa entrar, mas que não seja obrigado. Ela não entrando entra capital privado. O importante é que se produza. Produzir petróleo é que gera receita, royalties e emprego. Isso é o mais importante de tudo. Não é uma questão ideológica. REP: O PT, contrário à mudança na exploração do pré-sal, vai tentar retirar o projeto de pauta. O senador Lindbergh Farias, do PT do Rio de Janeiro, avalia que a mudança prejudicará a Petrobras. (Lindbergh) Isso aí quando o preço do barril era U$ 100, ainda poderia existir esse argumento. Mas hoje está a U$ 28 o barril. Eles querem tirar a Petrobras e entregar a preço de banana. Esse projeto é uma afronta ao Brasil. A Petrobras precisa se recuperar e o pré-sal é a melhor forma de ela se recuperar. REP: Pelo projeto, a Petrobras ficará livre de participar de todos os leilões. Hoje, a estatal tem que ficar com pelo menos 30% de todos os campos do pré-sal que forem à venda. Da Radio Senado, HC. PLS 131/2015

Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00