CMA aprova projeto que estabelece regras para cultivo do dendê — Rádio Senado

CMA aprova projeto que estabelece regras para cultivo do dendê

LOC: A COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE APROVOU NESTA TERÇA-FEIRA O PROJETO QUE ESTABELECE REGRAS PARA O CULTIVO SUSTENTÁVEL DO DENDÊ NO BRASIL. 

LOC: O OBJETIVO É INCENTIVAR A PRODUÇÃO DO ÓLEO DE PALMA SEM DESMATAR AS FLORESTAS. REPÓRTER GEORGE CARDIM.

TÉC: A proposta encaminhada pelo Governo Federal e já aprovada pela Câmara dos Deputados cria o Programa de Produção Sustentável da Palma de Óleo. A palmeira, também conhecida como dendezeiro, serve de fonte para o azeite de dendê. Entre outros pontos, o texto proíbe o desmatamento da vegetação nativa para o cultivo de palma, mas permite o plantio da espécie para a recomposição de reserva em propriedades da Amazônia Legal. A proposta também prevê multas, o cancelamento de empréstimos e até o fechamento de empresas que descumprirem as regras. O relator, senador Flexa Ribeiro, do PSDB do Pará, explicou que o óleo de dendê é um dos mais consumidos no mundo, utilizado na produção de biodiesel e na indústria de alimentos, cosméticos e produtos de higiene e limpeza. Atualmente, o Brasil importa a metade do óleo que consome, cerca de 750 mil toneladas por ano. Flexa Ribeiro lembrou que é autor de um projeto semelhante e defendeu que a iniciativa pode transformar o país no maior produtor mundial, sem desmatar novas áreas e incluindo os agricultores familiares. 

(Flexa) O Brasil importa mais da metade do óleo que consome internamente, mas tem condições de se transformar no maior produtor mundial de óleo de palma. Além disso, a cultura do dendê é intensiva em mão-de-obra, o que favorece a geração de emprego e renda para o trabalhador rural e o pequeno agricultor e, consequentemente, o desenvolvimento rural e a fixação do homem no campo. 

(REPÓRTER) O texto já aprovado nas Comissões de Constituição e Justiça, de Agricultura e de Meio Ambiente do Senado deve ser analisado agora pelo plenário da Casa.
14/04/2015, 01h04 - ATUALIZADO EM 14/04/2015, 01h04
Duração de áudio: 01:54
Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00