Comissão de Educação deverá ouvir ministro Haddad na terça-feira — Rádio Senado

Comissão de Educação deverá ouvir ministro Haddad na terça-feira

LOC: O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DEVE APLICAR NOVA PROVA DO ENEM, O EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO, NOS DIAS 4 E 5 DE DEZEMBRO, MAS SÓ PARA OS ALUNOS QUE FORAM PREJUDICADOS NO INÍCIO DESTE MÊS.

LOC: A INFORMAÇÃO FOI DADA PELO MINISTRO DA EDUCAÇÃO FERNANDO HADDAD. ELE CONFIRMOU PRESENÇA NA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO DO SENADO NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA.

TEC: O ministro Fernando Haddad disse que para aplicar outra prova do Enem para mais de quatro milhões de candidatos inscritos seria necessário um prazo de pelo menos dois meses. Por isso, o Ministério da Educação quer realizar um novo exame nos dias 4 e 5 de dezembro somente para os estudantes que receberam cadernos de questões com erro de impressão e que não conseguiram trocar. Segundo estimativa do MEC, 200 alunos estariam nesta situação. o ministro da educação esteve nesta quinta com o presidente da União Nacional dos Estudantes, Augusto Chagas, e da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, Yann Evanovick, que apresentaram o levantamento preliminar sobre o número de candidatos prejudicados. A senadora Marisa Serrano, do PSDB do Mato Grosso do Sul, vice-presidente da Comissão de Educação, pediu uma audiência pública com o Ministro Fernando Haddad sobre os problemas no Enem. (MARISA) O Enem está com falhas estruturais, logísticas que precisam ser sanadas, não pode é o aluno brasileiro ser penalizado por isso...estamos defendendo aqui os quatro milhões de alunos que estão fazendo a prova. somos a favor do enem, mas tem que resolver a questão de competência para aplicar essa prova...pode acabar realmente inviabilizando o Enem, se acabar todos os anos tendo problemas como esse. (REP) O pedido de audiência também foi assinado pelo líder do governo, senador Romero Jucá, do PMDB de Roraima. A senadora Ideli Salvati, do PT catarinense, destacou que é preciso preservar o ENEM, que, segundo ela, amplia o acesso à universidade pública. (IDELI) O Enem é revolucionário sim ele abre oportunidade, ele dá uma condição de maior igualdade na disputa das vagas nas universidades, no pro uni. Óbvio que não podemos ser condescendentes com erros...ter todo o cuidado para que na busca do aperfeiçoamento a gente não acabe jogando fora, a gente não acabe inviabilizando um dos instrumentos de democratização de acesso à universidade brasileira, principalmente para as classes de menor poder de renda porque é esse o principal objetivo do Enem. (REP) A Audiência na Comissão de Educação com o ministro Fernando Haddad está confirmada para esta terça-feira às 11 horas da manhã. LOC: O ENEM ESTÁ SUSPENSO EM TODO O BRASIL PELA JUSTIÇA DESDE O DIA 8, QUANDO UMA JUÍZA DA SÉTIMA VARA FEDERAL DO CEARÁ ACATOU ARGUMENTO DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL DE QUE A FALHA LEVOU PREJUÍZO AOS CANDIDATOS. LOC: A DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO NO CEARÁ TAMBÉM PEDIU A ANULAÇÃO DO ENEM. LOC: A AGU, ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO, RECORREU DA DECISÃO E AGUARDA NOVA DECISÃO DA JUSTIÇA.
12/11/2010, 11h34 - ATUALIZADO EM 12/11/2010, 11h34
Duração de áudio: 02:18
Ao vivo
00:0000:00