Plínio Valério faz criticas a COP27

Da Agência Senado | 22/11/2022, 19h02

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) criticou, em pronunciamento nesta terça-feira (22), o encontro da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-27), em Sharm El Sheikh, no Egito. Para ele, não há resultados políticos nesses eventos, mas “palco para autoridades políticas que desejam apenas plateia” com diagnósticos quase sempre, fantasiosos.

O senador também ressaltou que “não suporta mais tanta hipocrisia”, nas discussões das mudanças climáticas, com metas, que são “invariavelmente descumpridas” e que pouco contribuem para o enfrentamento dos problemas ambientais.

— O mais grave de tudo e o que mais expõe as COPs como festivais de hipocrisia generalizada é que nada de realmente novo aparece nesses encontros. Nada mais parecido do que a COP anterior: a 25 se parece com a 26, que se parece com a 27. O festival, o show de hipocrisia continua; o show daqueles que acabaram com o seu habitat, daqueles que destruíram os seus recursos naturais e querem que nós, brasileiros, deixemos de usar os nossos recursos — declarou.

Ele ainda destacou que o jatinho utilizado pelo presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva para ir a COP27, emite mais gases de efeito estufa do que voos comerciais. “Uma só hora de um jato desses polui muito mais o planeta do que o consumo da energia gasta andando de carro, poluindo, fazendo todo tipo de estrago de um americano”, disse.

— Sempre paira, no ambiente um certo cheiro de hipocrisia, às vezes, ostensivo, às vezes, subliminar, mas sempre presente. Raras vezes, porém, essa hipocrisia ficou tão ostensiva quanto a que ocorreu nesta 27ª edição no balneário egípcio para endinheirados. As provas estão pousadas nos aeroportos desse balneário e de cidades próximas, afinal, ambientalistas e autoridades usaram aproximadamente, 400 jatos particulares para ir à Conferência do Egito. Os próprios militantes pró-clima, não os passageiros, é claro, dessas aeronaves, apontaram a hipocrisia dos ativistas participantes da COP 27 — afirmou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)