Telmário critica pedido de adesão feito pelo Brasil para participar da OCDE

Da Redação | 09/05/2019, 16h39

O senador Telmário Mota (Pros-RR) criticou nesta quinta-feira (9), em Plenário, a decisão do presidente Bolsonaro em abrir mão do status especial previsto para países em desenvolvimento na Organização Mundial do Comércio (OMC) para entrar na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), conhecido por ser o "clube dos países desenvolvidos".

Para o parlamentar, o governo está renunciando a vantagens que asseguram flexibilidade ao Brasil no cumprimento das regras internacionais de comércio em troca. Telmário afirmou que o país precisa dessas medidas para proteger sua economia, ter acesso mais amplo a mercados internacionais e para desenvolver e manter políticas específicas destinadas à promoção de seu desenvolvimento.

— Até agora ninguém entendeu por que os ministros das Relações Exteriores e da Economia, Ernesto Araújo e Paulo Guedes, apoiaram essa aberração de tirar os direitos econômicos do Brasil em troca de uma carteirinha ridícula em um clubezinho de ricos, um lugar onde não somos bem-vindos por sermos pobres — disse o parlamentar.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h03 Prêmio Chico Xavier: Os senadores aprovaram a criação do Prêmio Chico Xavier do Senado Federal (PRS 44/2020), que será concedido a pessoas ou entidades que se destaquem em ações sociais de caridade. Segue para promulgação.
19h34 Ministro do STF: O Senado aprovou por 57 votos a 10 a indicação de Kassio Marques para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele assume a vaga a ser aberta pela aposentadoria do ministro Celso de Mello (MSF 59/2020).
19h02 CVM: O Senado aprovou por 50 votos a 11 a indicação de Alexandre Costa Rangel (MSF 55/2020) para a diretoria da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
Ver todas ›