Aprovada a programação monetária do governo para o segundo trimestre de 2018

Da Redação | 18/12/2018, 16h23 - ATUALIZADO EM 18/12/2018, 16h35

A programação monetária do governo para o segundo trimestre de 2018 foi aprovada nesta terça-feira (18) no Plenário do Senado. O Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 72/2018 segue para a Câmara dos Deputados.

A programação enviada pelo Banco Central (MSF 14/2018) mostra “projeções tecnicamente consistentes" e mostra expansão monetária compatível com a inflação esperada, cuja expectativa de mercado está abaixo da meta central de 4,5% para o ano.

Desemprego

Apesar de os indicadores, segundo o texto do Executivo, mostrarem uma “recuperação consistente” da economia brasileira, também registram um “alto nível de ociosidade” dos fatores de produção, a partir de baixos índices de utilização da capacidade da indústria e da alta taxa de desemprego. Mesmo com a projeção de inflação abaixo da meta para o ano, o documento alerta para o risco de descontinuidade de reformas defendidas pelo governo e esperadas pelo mercado, como a reforma previdenciária.

Com a adoção do Plano Real, o Congresso Nacional passou a participar de forma mais ativa na definição de parâmetros e metas relativos à evolução da oferta de moeda e crédito na economia. Com isso, as autoridades monetárias têm o dever de encaminhar ao Senado Federal a Programação Monetária para cada trimestre do ano civil. Tal obrigação está no artigo 6º da Lei 9.069, de 1995.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)