Prazo para indicações para primeira edição da comenda Câmara Cascudo vai até esta terça

Da Comunicação Interna | 26/11/2018, 18h04

Personalidades, instituições e grupos que tenham contribuído de forma relevante para o registro e o fortalecimento da cultura, do folclore e dos saberes tradicionais podem ser indicadas até esta terça-feira (27) para receberem a Comenda de Incentivo à Cultura Luís da Câmara Cascudo, a ser entregue no dia 10 de dezembro. O prêmio, recém-lançado pelo Senado (Resolução 14/2017), é de iniciativa da senadora Fátima Bezerra (PT-RN), mesmo estado do homenageado, e tem o apoio do presidente da Casa, Eunício Oliveira.

— Serão escolhidas cinco pessoas anualmente, e a escolha será feita na [próxima] quarta-feira. A entrega do prêmio será no dia 10 de dezembro — informou Daysa Monteiro, da Secretaria de Apoio a Órgãos do Parlamento, vinculada à Secretaria-Geral da Mesa.

Para fazer a indicação, os senadores devem entregar o nome à Secretaria de Apoio a Órgãos do Parlamento, acompanhado de um currículo resumido. Neste ano, o registro da pessoa, grupo ou instituição indicada deverá ser feito via Sistema de Envio de Documentos Legislativos. Um manual na Intranet — rede interna do Senado — explica o processo para os parlamentares.

A escolha dos agraciados será feita pelo Conselho da Comenda de Incentivo à Cultura Luís da Câmara Cascudo, composto por um representante de cada um dos partidos políticos do Senado. A cada ano, o conselho definirá o período de acolhimento das indicações e a data de premiação.
Luís da Câmara Cascudo (1898-1986) foi historiador, antropólogo, advogado e jornalista. Viveu em Natal (RN) e dedicou-se ao estudo da cultura brasileira. Pesquisador das manifestações culturais brasileiras, deixou extensa obra, reconhecida mundialmente, entre as quais O Dicionário do Folclore Brasileiro, de 1952.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
11h18 Novos embaixadores: Comissão de Relações Exteriores (CRE) aprovou as indicações de Carlos Alberto Simas Magalhães para o cargo de embaixador em Portugal e Luís Fernando de Andrade Serra para a embaixada da França.
10h45 CMO ouve ministro: Começou, há pouco, audiência com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para tratar das contas do Sistema Único de Saúde (SUS) nos últimos meses na Comissão Mista de Orçamento.
10h33 CMO adiada: A Comissão Mista de Orçamento suspendeu a reunião deliberativa prevista para hoje e remarcou para a próxima terça-feira (25), quando deve ser analisado o parecer sobre a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020.
Ver todas ›