Senado quer saber opinião do usuário sobre portal da Atividade Legislativa

Da Redação | 07/11/2018, 18h47 - ATUALIZADO EM 07/11/2018, 18h48

O Senado quer saber a opinião do usuário sobre o portal da Atividade Legislativa, que reúne informações, inclusive em tempo real, sobre as sessões do Plenário e do Congresso, as reuniões das comissões, os projetos em discussão e votação, as notas taquigráficas e os parlamentares inscritos para falar, entre outras.

O questionário pode ser acessado aqui. Basta clicar, no topo da página, em “Encontrou o que procurava? Conte-nos sua experiência”.

Segundo João Vítor Moreno, do Serviço de Modernização e Projetos (Semop), vinculado à Secretaria de Informação Legislativa (Sinfleg), a ideia é consultar diretamente quem usa o site, principalmente o público externo, sobre a usabilidade do portal.

— A partir disso, teremos subsídio para reformular a página, pensando na melhoria da experiência do usuário. Queremos construir uma solução com foco no cidadão e não apenas no que cada setor [do Senado] quer mostrar. Estamos consultando o usuário para entender o que ele quer, se está satisfeito, para atendê-lo melhor — diz João Vítor.

A iniciativa faz parte do projeto de reformulação do portal da Atividade Legislativa, que está sendo feito pela Secretaria–Geral da Mesa (SGM) em parceria com a Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen).

Expressões técnicas

A consulta foi iniciada segunda-feira (5) e ficará disponível por cerca de três semanas. Membro do Comitê de Internet do Senado, Washington Brito afirma que as respostas permitirão à Casa conhecer as dificuldades do usuário para encontrar a informação que procura.

— Incluímos a pesquisa em todas as páginas do portal. Uma das coisas que perguntamos é a dificuldade para acessar o site. Mas às vezes é mais do que isso. O usuário entende, por exemplo, o que é avulso? Ele sabe o que é Ordem do Dia? Ele entende o que é matéria? A gente busca entender o usuário para encontrar um jeito mais fácil de falar com ele.

Washington refere-se à pergunta do questionário sobre expressões típicas do legislativo. Entre as citadas por Brito, há outras, como notas taquigráficas, pronunciamento, proposição e sessão plenária. Existem também perguntas sobre o tipo de informação mais procurada, a profissão do usuário e a disposição dele para indicar o portal a outras pessoas.

Amostras

A versão final do questionário foi elaborada pela equipe do DataSenado, instituto de pesquisa vinculado à Secretaria de Transparência da Casa. O levantamento não está trabalhando com amostras nem selecionando aleatoriamente as pessoas. Respondem ao questionário as pessoas que se voluntariam, explica Marcos Ruben de Oliveira, coordenador substituto da Secretaria.

— É uma avaliação do portal. Nós não vamos saber qual é a experiência do usuário como um todo, mas sim detectar, a partir das respostas, os pontos que devem ser melhorados. O objetivo é buscar opinião de quem usa o portal para melhorar o próprio portal.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
09h52 Moro na CCJ: O ministro Sérgio Moro encerrou sua fala inicial. Ele disse ter havido uma invasão criminosa por grupo organizado com objetivo de invalidar condenações ou mesmo atrapalhar investigações em andamento ou atacar instituições.
09h19 Sergio Moro na CCJ : A presidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS), acaba de abrir a audiência com o ministro da Justiça, Sérgio Moro. O ex-juiz da Lava Jato terá 30 minutos iniciais para explicar suas conversas com Deltan Dallagnol.
Ver todas ›