Selma Arruda e Jayme Campos representarão o Mato Grosso

Da Redação | 07/10/2018, 20h59 - ATUALIZADO EM 07/10/2018, 21h08

Selo_Eleições_2018

Os eleitores de Mato Grosso concederam a Jayme Campos (DEM) um segundo mandato no Senado, com 17,8% dos votos válidos. O estado também passará a ser representado pela Juíza Selma Arruda (PSL), a mais votada na disputa. Ela alcançou 24,6% dos votos.

Jayme Veríssimo de Campos nasceu em 13 de setembro de 1951, em Várzea Grande (MT). Ele iniciou sua carreira pública ainda pela Arena, nos anos 70, ajudando o irmão Júlio Campos em campanhas eleitorais. Foi prefeito por três mandatos em Várzea Grande, na Região Metropolitana de Cuiabá. Exerceu o cargo de governador de Mato Grosso, entre 1991 e 1995, e foi senador entre 2007 e 2015.

Neste segundo mandato, Jayme Campos terá Fábio Garcia (DEM) e Cândida Farias (MDB) como primeiro e segundo suplentes.

Selma Arruda

Selma Rosane Santos Arruda, 55 anos, é natural de Camaquã (RS) e juíza aposentada do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso. Atuou em vários municípios do estado e, no comando da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, atuou nas operações que resultaram na prisão do ex-governador Silval Barbosa e de outros políticos. Também foi advogada.

Sua chapa é integrada por Beto Possamai (PSL) e Clerie Fabiana (PSL).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)