Pernambuco elege Humberto e Jarbas, dois senadores experientes

Da Redação | 07/10/2018, 21h40 - ATUALIZADO EM 08/10/2018, 10h20

Selo_Eleições_2018Dois políticos com longa experiência no Poder Legislativo vão defender os interesses de Pernambuco na próxima legislatura: Humberto Costa (PT), eleito com 25,76% dos votos (1,71 milhão de votos), e Jarbas Vasconcelos (MDB), com 21,51% (1,43 milhão).

O petista Humberto Costa tem 61 anos e parte para o segundo mandato consecutivo. Formado em medicina e jornalismo, foi vereador em Recife, deputado estadual e federal. Entre 2007 e 2010, assumiu a Secretaria das Cidades de Pernambuco. Ainda em 2010, concorreu ao Senado, quando foi eleito com mais de 3 milhões de votos, tornando-se o primeiro petista a representar o estado na Casa.

Humberto foi ministro da Saúde no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e um dos mais atuantes opositores ao processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Os dois suplentes são o advogado Waldemar Oliveira (PR) e a quilombola Givânia (PT).

Segundo mandato

Dono da segunda vaga de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos deixa a Câmara dos Deputados para assumir o segundo mandato de senador. Aos 76 anos, ele é advogado de formação e tem uma longa carreira na vida pública. Foi deputado estadual (de 1971 a 1974) e deputado federal por três vezes. Elegeu-se prefeito do Recife por dois mandatos e governou Pernambuco de 1999 a março de 2006, ano em que foi eleito para o Senado. Em 2014, elegeu-se deputado federal mais uma vez, cargo que ocupa atualmente.

Natural de Vicência, município a 65 quilômetros do Recife, concorreu com o apoio de outros 12 partidos. Seus suplentes são Fernando Dueire (MDB), empresário e ex-secretário de Infraestrutura de Pernambuco, e Adilson Gomes, secretário-geral do Partido Socialista Brasileiro (PSB) do estado.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)