Nova plataforma permite pesquisa ágil nos registros do Senado no Império

Da Redação | 31/08/2018, 16h47 - ATUALIZADO EM 03/09/2018, 19h54

Foi lançada nesta sexta (31) a nova plataforma digital de acesso ao Índice Onomástico dos Anais do Senado 1826-1889. A plataforma traz um novo modo de se consultar os Anais do Império, facilitando assim o trabalho de pesquisadores e curiosos sobre o tema "Brasil Imperial".

O Diretor da Secretaria de Informação Legislativa do Senado, Fábio Liberal, destacou a importância do trabalho na atualização da história do Senado Federal:

— Já tínhamos há muito tempo esse material digitalizado, mas estava como uma reprodução fotográfica do papel. Com essa nova plataforma podemos usar os recursos do computador para pesquisar dentro do material — explicou.

A primeira publicação física desse material ocorreu nos anos de 1977 e 1979, quando, em parceria com a Universidade de Brasília (UnB), foi lançando o Programa de Pesquisa e Documentação Históricas do Senado. Esse trabalhou resultou na coleção de nove livros que contém 241 volumes dos Anais do Império de 1826 a 1889.

Jaqueline Albernaz, chefe do Serviço de Anais, acrescentou que a nova plataforma permite ao pesquisador interessado chegar direto ao ponto dentro da publicação, por meio de uma planilha que classifica os parlamentares da época por nome, título nobiliárquico, cargo ocupado, ano da sessão legislativa e em qual volume dos Anais está registrado.

— Com a plataforma é permitido a pesquisa de todo o registro de um senador do Império — acrescentou.

A planilha é aberta a todo o público,  basta acessar o seguinte link.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
13h21 CPI da Pandemia: Em resposta a Eduardo Girão (Podemos-CE), o ex-ministro Nelson Teich disse que houve falta de liderança e de coordenação estrutural no SUS quando hospitais de campanha foram desativados em diversas cidades no final de 2020.
13h06 CPI da Pandemia: Após Teich informar que não sabia sobre adoção de teorias para “imunidade de rebanho”, Humberto Costa (PT-PE) defendeu convocação do deputado federal Osmar Terra, que, segundo o senador, é próximo ao governo e defensor da medida.
13h00 CPI da Pandemia: Sobre campanhas publicitárias, Teich informou a Humberto Costa (PT-PE) que teve intenção de melhorar a comunicação sobre a covid-19 e que esteve com uma pessoa ligada à Secom em uma única oportunidade, mas não lembra o nome.
Ver todas ›