Comissão do Senado vai acompanhar Fórum Mundial da Água

Da Redação | 04/01/2018, 15h19 - ATUALIZADO EM 10/01/2018, 16h13

O Senado vai participar do 8º Fórum Mundial da Água, marcado para os dias 18 a 23 de março de 2018, em Brasília. A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) aprovou em dezembro a criação de uma subcomissão voltada para a participação da Casa Legislativa.

As questões ambientais e o cuidado com o uso racional da água fazem parte da preocupação dos senadores. Segundo o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), autor do requerimento de criação da subcomissão, é importante a participação ativa dos parlamentares no fórum, visto que “as mais importantes lideranças mundiais sobre esse assunto estarão em Brasília, decidindo estratégias que influenciarão os rumos da humanidade no que concerne aos recursos hídricos”.

A subcomissão será presidida pelo senador Jorge Viana (PT-AC). Segundo o senador, as nações precisam estabelecer um marco global de compartilhamento dos recursos hídricos, visando evitar a ocorrência futura de ainda mais conflitos entre os países. O presidente da CRE, Fernando Collor (PTC-AL), já manifestou preocupação com o conceito de "compartilhamento de águas", quanto à sustentabilidade e à gestão. Ele defende que esta temática seja bem definida previamente, para que o fórum ao seu final produza resultados concretos. A forma de participação do Senado no evento ainda será discutida com o presidente Eunício Oliveira.

O evento

O Fórum Mundial da Água é um evento organizado pelo Conselho Mundial da Água (WWC, sigla em inglês para World Water Council) desde 1996. Este será o oitavo encontro mundial. Será a primeira vez que um país do hemisfério sul recebe o evento.

Conforme o site do fórum, o Conselho Mundial da Água reúne cerca de 400 instituições relacionadas à temática de recursos hídricos em aproximadamente 70 países e tem o objetivo de “promover a conscientização, construir compromissos políticos e provocar ações em temas críticos relacionados à água”. A ideia é buscar medidas que facilitem a conservação e a proteção da água, visando seu uso sustentável, para o benefício de toda a vida na terra.

A organização do evento também conta com a participação do governo federal, por meio da Agência Nacional de Águas (ANA), do governo do Distrito Federal, representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa), e da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)