Bezerra quer debate sobre operações compromissadas do BC

Da Redação e Da Rádio Senado | 08/11/2017, 19h31 - ATUALIZADO EM 08/11/2017, 19h32

O senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) defendeu que o Congresso Nacional passe a debater as operações compromissadas do Banco Central, que considera prejudiciais às contas públicas.

Ao citar estudo da Instituição Fiscal Independente (IFI), o senador aponta que um quarto da dívida bruta brasileira está em operações compromissadas que pagam juros pela taxa Selic, o que, segundo Bezerra, agrava o desajuste fiscal.

O senador propôs um plano gradual de troca das operações compromissadas por dívida pública de qualidade e de menor custo. Para Bezerra, existe oportunidade para isso quando a perspectiva econômica é positiva.

— Um país de dívida pública de quase R$ 5 trilhões necessita urgentemente acelerar o ajuste fiscal; não pode se dar ao luxo de preservar distorções tão evidentes, que escancaram diante de nossos olhos.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)