Bezerra quer debate sobre operações compromissadas do BC

Da Redação e Da Rádio Senado | 08/11/2017, 18h31 - ATUALIZADO EM 08/11/2017, 18h32

O senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) defendeu que o Congresso Nacional passe a debater as operações compromissadas do Banco Central, que considera prejudiciais às contas públicas.

Ao citar estudo da Instituição Fiscal Independente (IFI), o senador aponta que um quarto da dívida bruta brasileira está em operações compromissadas que pagam juros pela taxa Selic, o que, segundo Bezerra, agrava o desajuste fiscal.

O senador propôs um plano gradual de troca das operações compromissadas por dívida pública de qualidade e de menor custo. Para Bezerra, existe oportunidade para isso quando a perspectiva econômica é positiva.

— Um país de dívida pública de quase R$ 5 trilhões necessita urgentemente acelerar o ajuste fiscal; não pode se dar ao luxo de preservar distorções tão evidentes, que escancaram diante de nossos olhos.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h06 Garantia de recursos para a ciência e tecnologia: Senadores adiam para a próxima semana a votação do Projeto de Lei Complementar 135/2020, que proíbe o contingenciamento de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT)
18h44 Acordo com Banco Asiático: Senado aprovou Projeto de Decreto Legislativo 336/2020, que aprova acordo do Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura. A matéria vai à promulgação.
18h38 Transferência de recursos para estados: O Senado adiou a votação do PLP 133/2020, que transfere recursos da União a estados e municípios por perdas com a Lei Kandir.
Ver todas ›