Senado aprova autorização de crédito para saúde pública no Ceará

Da Redação | 13/09/2017, 20h01 - ATUALIZADO EM 14/09/2017, 10h33

Foi aprovada pelo Senado nesta quarta-feira (13) autorização para que o governo do Ceará firme empréstimo de US$ 123 milhões, junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com garantia da União, para investir no Programa de Expansão e Melhoria da Assistência Especializada à Saúde do Ceará (Proexames). A matéria vai à promulgação.

Pelo texto aprovado, o governo do Ceará receberá os recursos, liberados em cinco parcelas anuais, de 2017 a 2021, para investimento nas redes regionalizadas de saúde e a integração do sistema de Atenção Primária à Saúde aos serviços de média e alta complexidade.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, destacou a importância da proposta, que vai melhorar o atendimento de saúde principalmente para a população carente do Ceará.

- A despeito das questões políticas, todos os representantes do povo devem se unir para um bem maior. Essa obra vai servir a uma população carente, sofrida, que depende do estado para cuidar de sua saúde. Estou feliz de estar cumprindo com o dever para com todos os cearenses que me colocaram aqui nesta Casa - afirmou.

Hospitais e informatização

O dinheiro irá para a construção e aquisição de equipamentos dos hospitais do Litoral-Jaguaribe e Metropolitano, para a construção de policlínica em Fortaleza e para a adequação de espaços físicos e aquisição de equipamentos para serviços de atenção ao parto nas regiões de Fortaleza, Cariri, Sobral e Litoral-Jaguaribe. Mais de US$ 85 milhões estão reservados para essa rubrica.

Os recursos também vão financiar a melhoria da gestão, como o processo de informatização da gestão da rede hospitalar e o desenvolvimento de protocolos para atenção e acompanhamento a doenças crônicas como hipertensão e diabetes, além da melhoria das práticas de parto humanizado, entre outros pontos. O empréstimo também exige a contrapartida local de US$ 55,5 milhões.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
12h15 CPI dos Cartões de Crédito: CPI dos Cartões de crédito aprovou nomes de convidados para audiências públicas, como representantes do Banco Central do Brasil, do Cade, da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil, entre outras instituições.
12h11 CPI dos Cartões de Crédito: A CPI dos Cartões de Crédito aprovou o plano de trabalho do colegiado, que tem como objetivo corrigir abusos e distorções no setor.
11h39 Violência contra a mulher: CCJ aprovou matéria (PLS 282/2016) que obriga condenados por violência contra a mulher a ressarcir à Previdência por benefícios pagos em decorrência do crime. A matéria seguiu para a CAS
Ver todas ›