Crise fiscal será tema de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos

Da Redação | 21/08/2017, 16h22 - ATUALIZADO EM 01/03/2018, 14h51

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) discutirá a crise fiscal brasileira em audiência pública nesta quarta-feira (23). O pedido de realização do debate foi dos senadores Armando Monteiro (PTB-PE) e Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que avaliam a crise como sendo “grave”.

O problema previdenciário é indicado por Armando Monteiro como parte central da crise fiscal. O senador relata que, segundo o Tesouro Nacional, a projeção para 2017 é de um deficit de R$ 184,2 bilhões para o Regime Geral da Previdência Social e de R$ 254,4 bilhões quando somado com o Regime Próprio de Previdência Social.

A possibilidade de aumento de impostos também não é descartada por Armando. Para ele, a capacidade reduzida de cortes de despesas e o crescimento contínuo de gastos obrigatórios, aliados às baixas receitas, tornam a alternativa de aumento de impostos cada vez mais provável.

Para avaliar a crise fiscal foram convidados Mansueto Facundo de Almeida Junior, secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda; Felipe Scudeler Salto, diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado Federal; e o economista Nilson Teixeira.

A audiência está marcada para às 14h30, na sala 19 da Ala Alexandre Costa, no Anexo 2 do Senado. É possível acompanhar a transmissão ao vivo e enviar dúvidas em http://senado.leg.br/ecidadania.

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
www.senado.gov.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)