Começa a trabalhar comissão que analisa flexibilização da voz do Brasil até fim dos Jogos Paralímpicos

Da Redação | 22/08/2016, 18h33 - ATUALIZADO EM 23/08/2016, 15h43

Foi instalada nesta segunda-feira (22) a comissão que vai analisar a Medida Provisória 742/2016. O texto flexibilizou o horário da veiculação do programa Voz do Brasil durante o período das Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016 até 18 de setembro. Na reunião, foram eleitos o presidente, o vice-presidente e os relatores da comissão.

O deputado Ságuas Moraes (PT-MT) foi eleito vice-presidente do colegiado. A relatoria ficou com o deputado José Rocha (PR-BA). O relator revisor será o senador Paulo Rocha (PT-PA).

A flexibilização do programa Voz do Brasil durante as Olimpíadas segue exemplo do que foi feito durante a Copa do Mundo de 2014. De acordo com o texto, nesse período as emissoras de rádio poderão veicular o noticiário entre 19h e 22h. O pedido de mudança foi feito por entidades ligadas às emissoras de rádio. Após o encerramento dos eventos esportivos, o programa radiofônico voltará a ser veiculado de 19h às 20h.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
19h47 Reunião ministerial: O Senado aprovou requerimento da senadora Rose de Freitas para que seja ouvido pelo Plenário o ministro da Educação, Abraham Weintraub. Ele deverá falar sobre sua participação na reunião ministerial do dia 22 de abril.
18h57 Proibição de corte de luz às sextas-feiras: O Plenário aprovou o substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei 669/2019, que proíbe o corte do fornecimento de água ou de energia elétrica às sextas-feiras e vésperas de feriado. A matéria vai a sanção.
17h09 Cargos na Polícia Federal: O Plenário aprovou a Medida Provisória 918/2020, que cria funções comissionadas na Polícia Federal e transforma cargos em comissão. A matéria vai a promulgação.
Ver todas ›