Regina Sousa espera esclarecimentos sobre conversas de Sérgio Machado

Da Redação | 07/06/2016, 22h12 - ATUALIZADO EM 07/06/2016, 22h13

A senadora Regina Sousa (PT-PI) manifestou nesta terça-feira (7) preocupação com o conteúdo das gravações de Sérgio Machado com políticos. Para ela, é preciso analisar as gravações com cautela e buscar as respostas que não foram dadas a vários pontos reveladores dos diálogos, que são tratados como se não tivessem acontecido.

Como exemplos, Regina Sousa citou trechos das conversas que se referem a uma intenção de monitorar o MST e dialogar com os militares — ela indagou sobre o que os políticos tratariam nessas conversas — e a passagem que avalia que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi conduzido coercitivamente para depoimento na Operação Lava Jato para frustrar sua indicação para a Casa Civil.

A senadora, que considera essas revelações mais graves que as que levaram à cassação do senador Delcídio do Amaral, também entende que as conversas com Sérgio Machado revelam a “tortura psicológica” das delações premiadas.

— Léo Pinheiro fez uma delação, mas não foi levada em conta porque não incriminou Lula. Ficou lá na geladeira. Ele vai fazer outra e, certamente, vai envolver Lula  para poder valer — disse a senadora.

Regina Sousa também lembrou que qualquer programa social está sujeito a fraudes, mas denunciou um movimento destinado a desqualificar o Bolsa Família e o apoio aos assentamentos rurais com base em denúncias de irregularidades.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)