Começa sessão do Congresso que pode alterar meta de superávit

Da Redação | 25/11/2014, 15h39 - ATUALIZADO EM 26/11/2014, 12h38

Começou há pouco, no Plenário da Câmara dos Deputados, sessão do Congresso Nacional (acompanhe ao vivo) destinada a apreciar 38 vetos, além de projetos de lei relacionados ao Orçamento. A votação abre caminho para a análise do PLN 36/2014, que altera o cálculo da meta de superávit fiscal de 2014. O andamento dos trabalhos desta tarde deve ser marcado pelo embate entre o governo e a oposição, que critica a mudança.

O projeto permite ao Executivo descontar do resultado primário todo o valor gasto no ano com obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e com as desonerações tributárias, valor que pode chegar a R$ 140 bilhões. Na prática, mesmo que chegue ao final do ano com déficit primário, o governo não terá descumprido a meta fiscal de 2014, definida pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 (Lei 12.919/2013).

Vetos

Entre os vetos a serem analisados, o principal é o que rejeitou integralmente as novas regras para a criação de municípios (PLS 104/2014 – Complementar). Também estão na pauta vetos ao projeto que regulamenta a atividade dos condutores de veículos de emergência (PLC 105/2012) e ao texto da Minirreforma Eleitoral (PLS 441/2012).

Créditos

Entre os projetos de lei na pauta da sessão, estão os que abrem créditos orçamentários para os ministérios das Cidades e da Previdência Social, as Justiças Federal, Eleitoral e do Trabalho e o Ministério Público da União. Outro projeto, o PLN 5/2014, altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2014 para permitir um aumento salarial para os agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal e os peritos federais agrários. O reajuste foi concedido pela Medida Provisória 650/2014já aprovada pelo Congresso.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: