Viana, Requião e Bezerra esperam que STF derrube auxílio-moradia de juízes federais

20/03/2018, 12h47 - ATUALIZADO EM 20/03/2018, 13h07

Na quinta-feira (22), o Pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) discutirá uma liminar concedida em 2014 que libera o pagamento de auxílio-moradia para os magistrados, benefício no valor de R$ 4.378. O senador Jorge Viana (PT-AC) avalia que o STF deve resolver o impasse já que o Congresso Nacional está impedido de votar Propostas de Emenda à Constituição (PECs) devido à intervenção federal no Rio de Janeiro.  O senador Roberto Requião (PMDB-PR), relator de uma PEC (PEC 41/2017) que restringe o benefício ao servidor público que esteja temporariamente fora do estado, criticou os juízes por defenderem o que chamou de penduricalho salarial. O vice-líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE), é favorável ao fim do privilégio para todos os Poderes. Ouça o áudio de Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download